Aeroportos de Brasília e Curitiba registram atrasos em vôos

Os passageiros voltaram a enfrentar atrasos nos pousos e decolagens em alguns vôos nesta quinta-feira, 9, principalmente no Aeroporto Internacional de Brasília Juscelino Kubitschek e o Aeroporto Afonso Pena, na região metropolitana de Curitiba. O ministro da Defesa, Waldir Pires, disse que não tem informações sobre "problemas de atrasos e nem com os controladores de vôo". O comando da Aeronáutica também negou estratégia de retenções de vôos e "os atrasos, se existirem, estão sendo causados por outros fatores".Segundo informações da administração do aeroporto de Brasília, os maiores atrasos ocorreram até as 11 horas desta quinta quando os vôos com destino a Estados das regiões Norte e Nordeste partiram com intervalos de até vinte minutos. Durante a tarde, assessoria do aeroporto de Brasília informou que o fluxo voltou a se normalizar e as decolagens para todos os locais do País estavam sendo autorizadas com intervalos de cinco minutos. Pelo menos 30 vôos tiveram atrasos.Em Curitiba, até as 17 horas, a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuário (Infraero) tinha registrado 32 vôos com atrasos na chegada ou na partida no Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Os atrasos eram, em média, de 33 minutos. Até aquele horário estavam previstas 95 operações no aeroporto. O mais atrasado era um vôo da OceanAir, que vinha do Nordeste e deveria ter chegado em Curitiba às 14h05, mas até aquele momento permanecia em sua escala no aeroporto de Guarulhos. Também foram cancelados dois vôos do Afonso Pena.Colaborou Evandro Fadel

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.