AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Aeroportos de São Paulo sofrem ameaças de bomba

A segunda-feira de caos e pânico por causa dos ataques da organização criminosa PCC também chegou ao aeroportos de São Paulo. Uma empresa aérea recebeu um telefonema denunciando a existência de uma bomba no Aeroporto de Congonhas. Também houve uma ligação denunciando a existência de uma bomba no Aeroporto Internacional de Guarulhos, segundo o delegado da Delegacia de Atendimento ao Turista (Deatur),Antônio Carlos Bueno Torres. O saguão central do Aeroporto de Congonhas foi evacuado no meio da tarde desta segunda-feira pelo Grupo de Ações Táticas Especiais, depois de uma denúncia de bomba. Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado, foram acionados a Infraero, a Polícia Federal e o esquadrão anti-bombas do GER. Uma varredura foi feita no saguão do Aeroporto de Congonhas, mas nada foi encontrado e o local foi reaberto às 17 horas. Preventivamente, uma varredura também está sendo feita no Aeroporto de Guarulhos.Segundo a assessoria de imprensa do aeroporto, apesar do fechamento momentâneo do saguão, os embarques e desembarques continuaram sendo realizados normalmente e nenhum vôo foi cancelado. Durante a interdição, a Infraero recomendou que os passageiros com viagem marcada fizessem o check-in com rapidez para evitar aglomeração no local. A orientação da polícia e do aeroporto é para que as pessoas que vão viajar façam check-in e sigam direto para a sala de embarque. Para quem chega a São Paulo, a orientação é de que devem sair rapidamente do aeroporto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.