Aeroportos do País registram poucos atrasos neste sábado

Alguns aeroportos do País amanheceram registrando atrasos neste sábado. Na sexta-feira, entrou em vigor o plano de emergência do governo para o setor aéreo. O objetivo é evitar neste período de réveillon os transtornos ocorridos na semana do Natal.No Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, Guarulhos, um vôo da TAM com destino ao Rio de Janeiro deveria ter partido às 7h30 deste sábado. No entanto, às 11 horas, a viagem ainda não tinha sido iniciada. Um outro vôo da British Airlines, que deveria ter partido às 8 horas, também para o Rio, só decolou às 9h35.Na zona sul da capital paulista, no Aeroporto de Congonhas, os passageiros não enfrentaram muitas dificuldades na manhã deste sábado. Porém, às 10h30, havia uma grande fila no guichê da TAM para o check-in de um vôo que partirá para Porto Alegre, Gramado e Ilhéus. Somente duas decolagens registraram atrasos em Congonhas. Um vôo da empresa Pantanal com destino a Juiz de Fora, Minas Gerais, partiu com mais de duas horas de atraso. Um outro vôo, da Gol, para Valença, Piauí, saiu com uma hora e dez minutos de atraso. Além desses, um vôo vindo de Belo Horizonte, da TAM, também chegou atrasado.No Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, a situação era tranqüila até às 11 horas deste sábado. Apenas um vôo que viria de Porto Seguro, Bahia, com destino a Fortaleza, foi cancelado por falta de passageiros, apesar da proibição da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Às 10 horas, dez decolagens, todas nacionais, estavam previstas para a manhã deste sábado.O Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília, um vôo da TAM vindo de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, que deveria ter pousado às 8h25, só aterrissou uma hora mais tarde. Já um vôo da Gol, que decolou de Rio Branco, no Acre, deveria ter chegado às 7h10, mas só pousou às 8h10. Outro vôo da Gol, vindo de Porto Velho, em Rondônia, estava previsto para chegar às 6h30, mas acabou aterrissando em Brasília com uma hora e dez minutos de atraso.Nos aeroportos de Confins, em Belo Horizonte; Tom Jobim, no Rio de Janeiro; Afonso Pena, em Curitiba, e Deputado Luís Eduardo Magalhães, em Salvador, o fluxo de passageiros registrou um aumento na manhã deste sábado, mas não foram verificados atrasos ou cancelamentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.