Aeroportos têm movimento normal após série de cancelamentos por vulcão

Dez voos foram cancelados hoje, porém problemas não estão relacionados com erupção no Chile

Marcela Gonsalves, Estadão.com.br

08 de junho de 2011 | 19h12

SÃO PAULO - Após diversos cancelamentos de voos internacionais por causa da nuvem de cinzas do vulcão chileno Puyehue que atingiu aeroportos nesta terça-feira, 7, a situação voltou praticamente ao normal hoje.

 

De acordo com a Infraero, foram cancelados nesta quarta-feira dez voos internacionais no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, quatro no Galeão, no Rio de Janeiro, e dois no Aeroporto Internacional de Porto Alegre. Esses cancelamentos, porém, não dizem respeito apenas às cidades afetadas ontem pelo vulcão.

A TAM divulgou nota na manhã de hoje informando que voltou a operar normalmente os voos programados a partir de hoje de e para os aeroportos de Buenos Aires (Argentina), Assunção e Ciudad del Este (Paraguai), Santiago (Chile), Montevidéu (Uruguai) e Foz do Iguaçu (PR). A companhia afirmou ainda que programou voos extras de e para esses destinos, com o objetivo de transportar os clientes afetados pelos cancelamentos de ontem.

A assessoria de imprensa da Gol também divulgou uma nota, na qual esclarece que "o índice de pontualidade disponível no sistema da Infraero reflete condições meteorológicas adversas que prejudicaram operações aéreas em algumas regiões do País ontem, principalmente nos aeroportos de São Paulo (Congonhas e Guarulhos), Florianópolis e Porto Alegre". As duas empresas afirmaram que estão prestando a assistência necessária aos clientes.

Tudo o que sabemos sobre:
vulcãoChilevoosaeroportosTAMGol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.