Aeroportos tem situação mais calma nesta quarta-feira

Neblina atrapalha operações em Cumbica, mas situação é tranqüila se comparada a terça; após sete dias de caos, aeroporto de Porto Alegre opera normalmente

Agencia Estado

04 Julho 2007 | 17h30

Depois de uma terça-feira caótica, quando passageiros passaram a madrugada no Aeroporto Internacional de São Paulo (Cumbica), em Guarulhos, a situação era mais calma na manhã desta quarta-feira, 4. Apesar de ter sido, mais uma vez, atingido pelo nevoeiro, Cumbica registrou atrasos em 18,42% do total de vôos programados da zero hora até as 10 horas, segundo a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero). Das 76 partidas programadas para o horário, 14 apresentaram atrasos superiores a uma hora. Neste período foram cancelados sete vôos e sete foram alternados - quatro para o Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, e três para o Galeão, no Rio de Janeiro. O forte nevoeiro que atingiu a região nesta manhã prejudicou as operações no terminal aeroportuário. Até as 8h41 desta quarta-feira, os pousos e decolagens foram realizados com a ajuda de instrumentos. Por volta das 10 horas, a movimentação era grande nos guichês das companhias TAM e Gol para a realização do check-in. No Aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital paulista, o movimento era mais tranqüilo. De acordo com a Infraero, das 6 horas às 10 horas, sete das 80 partidas sofreram atrasos de mais de uma hora e cinco foram canceladas. Rio e Porto Alegre O Aeroporto Antonio Carlos Jobim, na Ilha do Governador, no Rio, operava por instrumentos desde o início da manhã desta quarta em razão de um forte nevoeiro. Às 8h55, duas aterrissagens de vôos internacionais estavam fora do horário programado, segundo a Infraero. Depois de sete dias de contratempos e atrasos provocados por nevoeiros, o Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, operava normalmente na manhã desta quarta. Um vôo de Congonhas e um do Recife chegaram com atrasos superiores a uma hora e uma saída para Cumbica foi retardada por mais de uma hora. Em todos os outros pousos e decolagens houve atrasos e até adiantamentos de menos de 30 minutos, o que é considerado normal pela Infraero. O céu continuava encoberto em Porto Alegre, mas a visibilidade na pista era boa. As previsões meteorológicas indicam que a tarde desta quarta será ensolarada.

Mais conteúdo sobre:
neblina aeroportos cancelamentos atrasos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.