Afastados diretores da Penitenciária 2 em SP

A Secretaria Estadual de Administração Penitenciária afastou de seus cargos o diretor-geral da Penitenciária 2 (P-2) - uma das seis unidades do Complexo de Hortolândia - José Thomaz Celidônio Gomes dos Reis, e o diretor de disciplina e segurança do presídio, Oswaldo Rodrigues do Prado.Segundo a secretaria, o afastamento é procedimento de rotina em casos de investigação. Os cargos já foram ocupados pelos substitutos Paulo Rodrigues e José Paulo do Amaral, respectivamente.Reis e Rodrigues estão sendo investigados pela Corregedoria por negligência em fugas ocorridas na unidade. No ano passado, fugiram da P-2 dois membros suspeitos de pertencer ao Primeiro Comando da Capital (PCC), Manoel Alves da Silva, o Sasquati, e Marcelo Araújo Barreto, o Bandoleiro. Os dois haviam sido transferidos da Penitenciária 3 para a 2 por questões de segurança, já que eram bandidos considerados perigosos.Na P-2, no entanto, acabaram ocupando uma cela comum, quando a orientação era para que ficassem sob vigilância constante. Na semana passada, mais dois presos fugiram e, um dia depois, uma blitz localizou 23 serras, 15 celulares e porções de drogas com os detentos.Logo após a vistoria, outro preso fugiu. A P-2 abriga 1,1 mil detentos e tem capacidade para 800. Os diretores permanecerão afastados até a conclusão das investigações. Caso as suspeitas de negligência sejam confirmadas, poderão responder a inquérito criminal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.