Agências vão exigir exame médico para contratar modelos

As principais agências de modelo do País decidiram exigir exame médico antes de contratar uma profissional. O anúncio foi feito na noite desta sexta-feira, 17, durante coletiva realizada na zona sul de São Paulo que reuniu representantes das maiores agências do País, como a Ford, Elite, Merlyn, L´Equipe, entre outras. Ainda não há data certa para a adoção da nova medida, mas as empresas admitiram que esta é uma maneira de precaver possíveis distúrbios alimentares, como a anorexia nervosa e bulimia, além de outros problemas de saúde. "É uma maneira das empresas se precaverem antes de admitir um profissional. É preciso verificar se essa pessoas precisa de tratamento para depois pensar em trabalhar", declarou Ademir Albino, administrador de carreiras da L´Equipe. Simone Lascani, diretora da Elite, lembrou que até então, não existia a exigência de um exame médico, como é feito em outras carreiras, porque as modelos não são contratadas pela empresa literalmente. " Elas tem um contrato de trabalho por tempo determinado com as empresas". A polêmica sobre a anorexia no mundo da moda voltou a ser discutida nesta semana após a morte da modelo brasileira Ana Carolina Reston, de 21 anos, ocorrida na terça-feira, 14. Ela teve complicações causada pela doença e seu quadro se agravou e evoluiu para uma infecção generalizada. A jovem tinha cerca de 40 quilos e 1,74 metro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.