Agenda vira o maior segredo da campanha

O maior segredo da campanha presidencial de José Serra (PSDB) não é mais o nome do candidato a vice. Tampouco o plano de governo. Mas, sim, a agenda de compromissos do tucano.

Julia Duailibi, O Estado de S.Paulo

10 de julho de 2010 | 00h00

Viagens, visitas e a participação em eventos têm sido definidas com poucas horas de antecedência. E, quase sempre, sem a confirmação de que ele, de fato, irá participar do compromisso.

Diante da pressão de políticos, anfitriões e imprensa, a equipe de Serra passou a divulgar a "agenda prevista" do candidato - que, na realidade, é quase sempre incompleta e imprecisa.

Na quarta-feira, o candidato a governador pelo PSDB, Geraldo Alckmin, teve de palestrar por mais de duas horas no Conselho Regional de Enfermagem para segurar a plateia até que Serra chegasse. O evento estava marcado para as 14h30, mas a presença de Serra foi confirmada uma hora antes dele aparecer, às 17h30.

Na própria quarta, já circulava a informação de que Serra iria ao Rio. A confirmação veio três horas antes da viagem. A caminhada em Bangu estava marcada para as 13 horas. O tucano chegou às 16 horas. "Agenda é assim mesmo. Há anos que faço campanha e é assim", disse a senadora Marisa Serrano (MS), que cuida da agenda do candidato.

Tucanos e integrantes da equipe dizem que é da personalidade de Serra definir o compromisso em cima da hora. Quando era governador, seus compromissos também eram divulgados pelo Palácio dos Bandeirantes com poucas horas de antecedência.

A senadora compila demandas e sugere a agenda em parceria com a assessora de Serra, Ieda Areias, que leva as informações ao tucano. E é ele quem dá a palavra final sobre os compromissos. A própria equipe do candidato recebe a informação em cima da hora. O time precursor, formado por cinco seguranças e assessor de imprensa, é muitas vezes acionado na madrugada.

AGENDA DE HOJE

José Serra (PSDB)

O tucano visita o Ceará, passando por Cascavel e Fortaleza.

Dilma Rousseff (PT)

Não terá agenda pública.

Marina Silva (PV)

Participa de passeio de barco na Guarapiranga, em São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.