Agente da PF e ex-PM trocam tiros no trânsito

Um agente da Polícia Federal e um policial militar reformado trocaram tiros nesta madrugada, depois de uma colisão de carros na Praia de Botafogo, zona sul. A PF informou que o sargento Franklin Delano Roosevelt Maia foi baleado em uma das mãos e o policial federal Ronaldo Campbel, na perna, no braço e na barriga. Os dois foram socorridos em carros do 2.º Batalhão da PM (Botafogo) e internados no Hospital Souza Aguiar. Segundo os médicos, ambos estão fora de perigo.Testemunhas afirmaram que a cena foi digna de um filme de bangue-bangue, e aconteceu depois que Campbel, ao volante de uma Pajero, bateu na traseira do Gol dirigido por Maia. Os motoristas desceram dos automóveis, discutiram e, em seguida, sacaram suas armas. Ainda de acordo com pessoas que presenciaram o "duelo", o policial federal chegou a agredir o sargento a coronhadas.Ao final do confronto, os dois ficaram estendidos no chão, na altura do número 340 da Praia de Botafogo. Durante o tiroteio, houve pânico e correria entre os pedestres, que se jogaram no chão para não serem atingidos. Estiveram no local homens do 2.º BPM, da 10.ª Delegacia Policial, onde o caso foi registrado, e da Polícia Federal. A PF informou que Campbel trabalha no Núcleo de Custódia, responsável pelo transporte de presos, e vai apurar as circunstâncias em que o tiroteio ocorreu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.