Agente é baleado durante fuga de presos no Rio

Detentos do presídio Esmeraldino Bandeira, no complexo penitenciário de Bangu, na zona oeste, fugiram na noite desta quarta-feira, deixando um agente penitenciário baleado. Dentro da cadeia foram encontradas 15 armas de fogo improvisadas com canos e madeira, capazes de realizar um único disparo cada. Policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e do 14.º batalhão da PM (Bangu) cercaram a unidade, que abriga 985 condenados, e realizaram buscas para recapturar os fugitivos com a ajuda de um helicóptero Águia 4 da Coordenadoria Geral de Operações Aéreas (CGOA).Até o fim da noite, o Departamento de Sistema Penitenciário (Desipe) ainda não tinha terminado a recontagem dos presos para determinar o número total de fugitivos, mas pelo menos 11 homens foram recapturados. Eles estavam no pavilhão B - oito celas e 480 detentos - e escaparam depois de quebar uma parede. Já no pátio da unidade, correram para pular o muro e balearam o agente penitenciário, identificado apenas como Valentim, que estava em uma guarita localizada ao nível do chão. Outra guarita, a cinco metros de distância, estava vazia. O agente foi socorrido no Hospital Albert Schweitzer, em Realengo, e segundo o Desipe está fora de perigo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.