Agente penitenciário é acusado de extorquir preso

Um agente penitenciário identificado apenas como Neivaldo foi detido no início da noite desta quinta-feira, em Botafogo, acusado de extorquir dinheiro de um dos presos do Presídio Plácido de Sá Carvalho, no Complexo Penitenciário de Bangu. O agente estaria exigindo R$ 500 para entregar a Rogério Ferreira dos Santos um ofício de autorização para Visita Periódica ao Lar (VPL).Para isso, Neivaldo se fazia passar por funcionário da Vara de Execuções Penais. Ele é, na verdade, integrante do conselho penitenciário que fiscaliza a VPL.Neivaldo foi indiciado por concussão - extorsão cometida por funcionário público - e responderá a sindicância interna do Departamento do Sistema Penal (Desipe). O agente penitenciário negou a acusação e foi liberado depois de prestar depoimento na 10ª Delegacia de Polícia (Botafogo) porque não houve flagrante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.