Agentes penitenciários aprovam greve

Cerca de 250 agentes penitenciários decidiram, em assembléia, entrar em greve ainda hoje. Segundo o presidente do sindicato, Nilson de Oliveira, o início da paralisação, porém, está condicionado ao resultado de uma reunião de negociação na Secretaria de Administração Penitenciária. "Se a Secretaria disser que não vai negociar ou não nos der uma resposta satisfatória entraremos em greve ainda hoje". Os agentes penitenciários reivindicam melhores condições de trabalho e de segurança, mudanças na jornada de trabalho e reajuste salarial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.