Agentes penitenciários fazem greve no RJ

Cerca de 8 mil agentes do Departamento do Sistema penitenciário do Rio de Janeiro estão em greve desde a meia-noite, que deve durar 24 horas. As visitas aos presos estão suspensas e somente os serviços essenciais foram mantidos. A Polícia Militar foi acionada para reforçar a segurança nos principais presídios do Estado. Os grevistas querem reajuste salarial, de R$ 151 para R$ 200, e concurso público para agentes penitenciários, com a contratação de mais 1.000 agentes. São cerca de 6 mil para cuidar de 17 mil presos em 32 unidades prisionais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.