Agentes penitenciários trocam tiros dentro do Carandiru

Uma discussão entre agentes penitenciários dentro do alojamento da Penitenciária do Estado, localizada no Carandiru, zona Norte da capital, quase terminou em tragédia na noite desta quarta-feira. Por volta das 21h30, nervoso, após ter discutido em casa, o agente Jaílson Domingos Oliveira, de 35 anos, chegou ao alojamento para dar início ao dia de trabalho e apontou seu revólver calibre 38 contra uma das portas, como se quisesse atirar. Um colega dele, Roberto Carlos Dantas Nogueira, de 40, pediu para que Jailson abaixasse a arma, mas teve o revólver apontado na direção, desta vez, de sua cabeça.Os demais agentes conseguiram convencer Jaílson a cessar a suposta brincadeira, mas o agente ficou ainda mais irritado quando viu outro colega, Ricardo Ribeiro Pedroso, 23, zombar dele. Jailson então atirou, mas não atingiu Ricardo, que, furioso, disparou quatro vezes contra o oponente, atingindo-o nas pernas, em um dos braços e no colete do colega. Jaílson foi levado para o Pronto-socorro do Hospital do Mandaqui e está fora de perigo. O agente Pedroso foi encaminhado ao 9º Distrito Policial, do Carandiru. Ricardo e Jailson foram autuados por tentativa de homicídio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.