Agnelo afirma que reunião foi 'rotina administrativa'

Após a entrevista do ministro do Esporte, Orlando Silva, o governador do Distrito Federal e ex-titular da pasta, Agnelo Queiroz (PT), divulgou nota afirmando que o policial João Dias Ferreira "teve seu pedido de audiência encaminhado no Ministério do Esporte, como diversas outras pessoas que representam segmentos esportivos".

O Estado de S.Paulo

18 Outubro 2011 | 03h05

"Faz parte da rotina administrativa a realização dessas audiências, sendo impossível o ministro atender a todos que as solicitam. Por isso, diversos pedidos são reencaminhados ao secretário executivo", diz a nota. "Portanto, o fato de Silva ter recebido João Dias não passou de um encaminhamento de rotina administrativa de atendimento no ministério."

O texto afirma que o convênio com a entidade de Ferreira respeitou a lei e que "todas as medidas de apuração foram adotadas" em caso de suspeitas de irregularidades.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.