Agora, CET vai multar dentro da Cidade Universitária

Em breve, os 70 mil veículos que circulam dentro da Cidade Universitária vão começar a ser multados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). O prefeito da Universidade de São Paulo (USP), Adílson Carvalho, disse que o contrato que deve vir a ser firmado entre a instituição de ensino e a Secretaria Municipal de Transportes já se encontra em análise pelo departamento jurídico da USP. "É mais que necessária uma ação efetiva para controlar o trânsito no câmpus", defende ele. Até o mês passado, foram registrados na Cidade Universitária 82 acidentes de trânsito - 18 com vítimas e 8 atropelamentos.Segundo Carvalho, os abusos vão desde excesso de velocidade a estacionamento proibido e direção perigosa. "Parece que as pessoas acham que aqui é a terra de ninguém. Ao atravessar o portão da USP, a maioria dos motoristas acha que pode cometer todo o tipo de infração", afirma. "Tem gente que estaciona nos gramados, em vagas para deficientes, em ruas não permitidas", diz.O trânsito já chegou a ser caso de polícia no câmpus. Em abril do ano passado, dois estudantes da Faculdade Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP) foram presos dentro da Cidade Universitária por tentativa de homicídio doloso (com intenção). Eles agrediram, com o tapete do carro enrolado em forma de bastão, um grupo de ciclistas em movimento. A USP informou, naquela época, que, apesar de o caso ter acontecido dentro do câmpus, não tomaria nenhuma atitude contra os alunos porque o ocorrido não teria nenhuma relação com o curso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.