Agressão a cães no Rio de Janeiro repercute na imprensa internacional

Filho de dona de pet shop localizado na zona norte da capital fluminense deu socos em ao menos quatro cães

O Estado de S. Paulo,

19 Outubro 2012 | 17h20

Texto atualizado às 20h50.

SÃO PAULO - A imprensa internacional repercutiu o caso de agressão em um pet shop na zona norte do Rio de Janeiro. O filho da dona do estabelecimento situado no Engenho de Dentro foi flagrado agredindo cachorros que eram levados para banho e tosa. As imagens das agressões foram gravadas há cinco meses por uma testemunha e exibidas pela TV Globo.

Daniel Barroso aparece no vídeo agredindo pelo menos quatro cães (um labrador, um shih-tzu, um yorkshire e uma vira-lata).  Ele dá soco e tapas e tenta enforcar os animais. O autor da gravação não quis se identificar.

O jornal The Sun (foto) publicou a informação juntamente com o vídeo. Um dos leitores do tabloide chamou a atitude do agressor de covarde e cruel. Outro leitor afirmou não poder assistir as imagens "porque seria muito angustiante" e questionou o fato da dona da loja alegar desconhecer as agressões. "Não sei o que teria feito se fossem meus cães." Outro leitor do jornal criticou as penas aplicadas no País para este tipo de crime. "Infelizmente as leis do Brasil são leves. Isto é, será, no máximo, um ano de prisão."

O Daily Mail também publicou o caso e os leitores se mostraram indignados com as agressões.

Após a divulgação das imagens no Brasil, clientes do pet shop foram até a porta da loja para protestar e a Polícia Militar precisou intervir para evitar que funcionários da loja não fossem espancados. A Prefeitura do Rio determinou a suspensão temporária do alvará de funcionamento da loja.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.