Agressão a cão em Porto Alegre provoca comoção nas redes sociais

Diante da revolta dos vizinhos, família doou o animal ao subsíndico do prédio

Elder Ogliari, O Estado de S. Paulo

13 Maio 2013 | 20h09

PORTO ALEGRE – A agressão dos donos a um cachorro da raça poodle postada na internet provocou comoção nas redes sociais durante o final de semana e diversos desdobramentos nesta segunda-feira, dia 13. Diante da revolta dos vizinhos, a família doou o animal ao subsíndico do prédio onde mora, na zona norte de Porto Alegre, e sumiu do local. Conselheiros tutelares anunciaram que vão analisar o caso e podem até pedir medidas de proteção às crianças, tanto por estarem sendo ensinadas a maltratar os bichos quanto por serem possíveis vítimas de violência praticada pelos pais.

As imagens foram filmadas na sexta-feira e mostram uma mulher e um garoto chutando o cãozinho contra a parede da varanda de um apartamento. A mãe chega a orientar o filho a “não tratar bem” e a “bater” nos bichos que encontrar na rua. O garoto parece aprender rapidamente o ensinamento. Além dos chutes, pega o animal com as mãos para atirá-lo ao chão com força. Os vizinhos perceberam o choro do poodle e um deles gravou as cenas, postado discretamente em um andar superior.

Depois de ver o cachorro desacordado, a própria mulher pediu ajuda a um porteiro. Posteriormente, a família entregou o animal ao síndico. O cão foi submetido a exames, que comprovaram que não sofreu fraturas. Na volta ao prédio, foi adotado pelo subsíndico e ganhou o nome de Rossi.

Veja o vídeo que causou comoção na rede:

Mais conteúdo sobre:
Maus tratos redes sociais

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.