Agressores de domésticas prestam novo depoimento no Rio

Dois dos agressores estão sendo acusados de assaltar ex-frentista

Agencia Estado

03 Julho 2007 | 15h28

Dois dos cinco jovens acusados de agredir a doméstica Sirley Dias de Carvalho, na Barra da Tijuca , foram novamente ouvidos na tarde desta segunda-feira, 2, pela polícia. O técnico de informática Leonardo Andrade e o estudante de turismo Rodrigo Bassalo são acusados de participar do assalto a uma ex-frentista, ocorrido em primeiro de março. Eles negaram a participação no crime. À polícia, a vítima contou que saía do trabalho num posto de gasolina, quando os dois rapazes, um deles armado, anunciaram o assalto. Segundo ela, havia outros rapazes dentro de um carro preto, mas ela não conseguiu identificá-los. A moça reconheceu Leonardo e Rodrigo ao vê-los na tevê. Ela participará de uma sessão de reconhecimento formal na delegacia nesta terça-feira, 3. Segundo a polícia, Leonardo negou ainda ter agredido Sirley Dias de Carvalho, mas confirmou ter debochado da moça. Ele confirmou que agrediu verbalmente duas engenheiras, em outra confusão em que o grupo de amigos se envolveu. O rapaz acusou Rubens Arruda de ter jogado uma garrafa no carro do amigo das engenheiras. Até agora, há oito denúncias de agressão contra o grupo de jovens.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.