Agricultor evita explosão de ponte no Rio Grande do Sul

O Grupamento de Operações Táticas Especiais da Brigada Militar do Rio Grande do Sul impediu aexplosão de uma ponte em Candelária, a 182 km de Porto Alegre, graças à desconfiança de um agricultor. Na tarde desta terça-feira ele chamoua polícia ao observar a movimentação suspeita de três pessoas. Ao chegarem, os policiais encontraram perfurações com dez bananas de dinamite ligadas a fios, prontas para seremdetonadas.Outras 20 bananas foram localizadas no mato, próximo à ponte. Os explosivos foram retirados e detonados. Segundo o delegado de Candelária, Emerson Wendt, a ponte seria explodida para a realização de um assalto a carro forte ou ao posto de pedágio existente no município, pois a destruição da ponte atrasaria a chegada da polícia.O delegado suspeita que a quadrilha seja a mesma que usou explosivos em dois assaltos a postos de pedágio nos dias 1º de dezembro e 4 de janeiro, emVenâncio Ayres e Marques de Souza. As informações são da Agência Brasil.

Agencia Estado,

14 de janeiro de 2004 | 05h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.