Agricultora dá à luz durante audiência de divórcio em fórum de Pernambuco

A agricultora Maria do Amparo de Paula, de 37 anos, foi protagonista de um episódio para lá de inusitado, na manhã de ontem, no interior de Pernambuco. Grávida de quase nove meses, a mulher participava de uma audiência, na qual tratava dos detalhes da separação de seu ex-marido, quando entrou em trabalho de parto, causando um grande corre-corre entre os funcionários do fórum da cidade de Bom Jardim, no agreste pernambucano. O bebê, uma menina de 50 cm e 3,7 quilos, nasceu ali mesmo, na sala de audiência do divórcio dos pais. O parto foi auxiliado por uma enfermeira - que chegou ao local em uma ambulância na tentativa de levar a gestante para a maternidade. "Tudo aconteceu muito rápido. No meio da audiência ela pediu licença para ir ao banheiro, mas nem chegou a abrir a porta e começou a chorar, dizendo que achava que o bebê iria nascer naquele momento. Foi aí que percebemos que a bolsa havia rompido. Ela estava toda molhada. Chamamos a ambulância e não demorou dez minutos para a enfermeira chegar, mas, mesmo assim, já não havia como tirá-la de lá. O bebê nasceu num instante", afirmou a auxiliar administrativa Maria Aparecida Lima. A recém-nascida recebeu o nome de Valquíria, em homenagem a uma das ajudantes do parto, uma auxiliar de cartório. De acordo com os médicos do hospital local, mãe e filha passam bem e devem receber alta hoje à tarde. A agricultora já tem outras duas filhas e vive na zona rural de Bom Jardim.Por telefone, Severina Gomes, prima de Maria do Amparo, relatou que a família levou um susto quando foi avisada sobre o nascimento do bebê, pelo pai da criança. "Ele chegou assustado, dizendo que minha prima tinha descansado na sala do juiz. A gente só acreditou porque ele pediu para pegar as roupas da Maria e do bebê para levar para o hospital", afirmou Severina, que é funcionária da prefeitura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.