Aids diminui entre jovens, mas cresce na população com mais de 40

Região Sudeste foi única que apresentou queda no número de casos entre 1997 e 2010, segundo o IBGE

Luciana Nunes Leal, O Estado de S. Paulo

29 de novembro de 2013 | 10h04

RIO - Entre 2000 e 2010, a taxa de incidência de Aids ficou estável (de 17,7 por cem mil habitantes em 2000 para 17,9 em 2010), mas teve comportamento oposto na população de até 39 anos, que registrou diminuição dos casos, e de 40 anos ou mais, onde houve crescimento preocupante, segundo a Síntese de Indicadores Sociais, divulgada pelo IBGE nesta sexta-feira, 29.

Na faixa dos 40 aos 49 anos, a incidência do vírus HIV aumentou de 31 por cem mil habitantes para 34,2. Entre as pessoas de 35 a 39 anos, caiu de 44,3 por cem mil para 38,1. Na comparação entre 1997 e 2010, houve aumento da incidência de 17,1 por cem mil habitantes para 17,9. Houve diminuição da incidência apenas no Sudeste.

Tudo o que sabemos sobre:
aidsincidênciaibge

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.