Air France diz que recebeu ameaça falsa de bomba no dia 27

Empresa recebeu telefonema anônimo sobre voo que ia de Buenos Aires a Paris e checou que era alarme falso

AP,

03 de junho de 2009 | 12h38

A Air France informou nesta quarta-feira, 3, que a companhia aérea recebeu uma ameaça de bomba no último dia 27 de um voo que seguia de Buenos Aires para Paris. Após checagem, segundo o porta-voz da empresa, Nicolas Petteau, o aviso ficou provado que era falso e o avião pode seguir seu destino.

 

Petteau contou que uma agência em Buenos Aires recebeu um telefonema anônimo avisando que o Voo 415 teria uma bomba. O Boeing 777 da companhia aérea, ainda de acordo com o porta-voz, foi vistoriado pelo serviço de segurança, que não achou nenhum explosivo no seu interior. Em seguida, o avião foi autorizado a deixar a capital argentina.

 

Veja também:

lista Todas as notícias sobre o Voo 447

lista Lista de brasileiros que estavam no voo

lista Lista de todos os passageiros que estavam no voo

blog Blog: histórias de quem quase embarcou

especial Conheça o Airbus A330 desaparecido no trajeto Rio-Paris  

blog Acompanhe a cobertura pelo blog Tempo Real

som Podcast: Especialista não tem dúvidas de que avião da Air France caiu no mar

especial Cronologia dos piores acidentes aéreos dos últimos dez anos

mais imagens Veja Galeria de fotos

mais imagens Galeria: famílias de vítimas

mais imagens Galeria: buscas

especial Anac monta sala no Galeão para familiares; veja telefones de contato

video Entenda a operação que localizou destroços

video TV Estadão: Especialista fala sobre o acidente

linkVoo 447 pode ter tido problemas em zona intertropical

linkApenas 4 minutos da 1ª pane até a queda

linkQueda livre e sistema em pane são únicas certezas do Voo 447

linkSubmarino que achou Titanic buscará caixa-preta

linkProfundidade na área dos destroços chega a 3 mil metros

linkJobim crê que ainda é possível achar caixa-preta, diz Lula

linkAeronáutica localiza mais destroços; navio da Marinha chega à região

 

 

O ministro da Defesa francês, Hervé Morin, afirmou que não há sinais até agora de atentado terrorista no Airbus da Air France, desaparecido no último domingo com 228 a bordo ao deixar o Rio com destino a Paris. No entanto, ele defendeu que todas as hipóteses devem ser estudadas. Um oficial do Pentágono também afirmou que não há indícios de terrorismo no desaparecimento do Airbus.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.