George Frey/Efe
George Frey/Efe

Air France trocará sensores de velocidade de seus A330 e A340

Companhia seguiu recomendação da Agência de Aviação Europeia para usar equipamento de outra fabricante

Efe,

31 Julho 2009 | 15h27

A companhia Air France anunciou nesta sexta-feira, 31, por meio de comunicado que substituirá os sensores de velocidade da marca Thales em seus aviões Airbus A330 e A340 por equipamentos da marca Goodrich, seguindo a recomendação do fabricante das aeronaves e da Agência Europeia de Segurança Aérea (Easa). A decisão se baseia também em um relatório do Advanced Air-Data Equipment for Airliners (Adeline) produzido em 2006 que já admitia o risco de queda de aeronaves em caso de perda das informações de velocidade durante um voo.

 

Veja também

linkRelatório de 2006 liga sensor a risco de acidente aéreo

linkAirbus doará até R$ 53 mi para buscar caixas-pretas do voo 447

especialLeia íntegra da entrevista com o diretor da Air France

documento Relatório da BEA sobre o acidente (em inglês)

lista Todas as notícias sobre o Voo 447

especialEspecial: Os desaparecidos do voo 447

especial Especial: Passo a passo do voo 447

mais imagens Galeria de fotos: buscas do Voo 447

mais imagens Galeria de fotos: buscas da FAB pelo Voo 447

mais imagens Galeria de fotos: homenagem às vítimas

especialCronologia das tragédias da aviação brasileira

especialCronologia dos piores acidentes aéreos do mundo  

 

Segundo o comunicado, na próxima semana estarão disponíveis as instruções técnicas que permitam a substituição dos sensores da marca Thales, objeto de polêmica por sua possível implicação no acidente de um de seus aviões no dia 1º de junho, que caiu no oceano Atlântico enquanto fazia a rota Rio-Paris e deixou 228 mortos.

 

A companhia, que não deu mais detalhes sobre o prazo para essa substituição, acrescentou que sua frota de aviões Airbus da família A320 (de um só corredor) levantam uma problemática diferente e por isso o fabricante europeu não recomenda a substituição.

 

Assim, assinalou que com a mudança dos sensores Thales AA (de antiga geração), com os quais estavam equipado originalmente, por equipamentos do modelo Thales BA se conseguiu "uma melhora significativa".

 

A Air France informa que os incidentes descritos desde 2001 com as aeronaves da família A320 tinham a ver com anomalias que tinham acontecido nas camadas baixas da atmosfera.

 

Eles davam a entender que não tinham a ver com as avarias examinadas desde 2008 nos A330 e A340, registradas nas camadas altas da atmosfera, onde em algumas ocasiões os sensores ficavam cobertos por uma camada de gelo que os inutilizava. Esse tipo de incidente, argumentou a companhia aérea, são raros nos voos de curta e média distância, onde são utilizados os A320.

 

A Airbus lançou desde a quinta-feira uma recomendação a todas as companhias que operam aviões da família A330/A340 para que substituam pela marca Goodrich pelo menos um dos sensores de medição de velocidade Thales "por medida de precaução".

Mais conteúdo sobre:
AF447 voo 447 Air France avião sensores Airbus

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.