Airbus vai manter liderança sobre Boeing--presidente-executivo

A Airbus espera registrar mais encomendas de aviões de corredor simples do que a Boeing para o período de dois anos até dezembro de 2012, afirmou o presidente-executivo da companhia na Farnborough Airshow, defendendo a posição da companhia europeia contra um avanço da rival norte-americana.

Reuters

09 de julho de 2012 | 12h39

Mais cedo nesta segunda-feira, a Boeing anunciou a primeira grande encomenda do evento do setor de aviação, demonstrando que seu 737 MAX está ajudando a companhia a alcançar o A320neo da Airbus no crucial segmento de aeronaves com corredor único.

"O ano passado foi excepcional logo após anunciarmos o lançamento do A320neo, mas neste ano acredito que será um bom show e nos ajudará a alcançar o que esperamos para o ano, que é cerca de 650 encomendas", disse o presidente-executivo da Airbus, Fabrice Bregier, à Reuters Insider TV.

"Estou bastante seguro que, desde que lançamos o neo (dezembro de 2010) até o fim de 2012, estaremos à frente da Boeing", afirmou.

A Boeing estava sendo "muito agressiva" sobre o preço que oferece a clientes, acrescentou Bregier, aumentando a especulação de que a concorrência entre as empresas está chegando a novos níveis de intensidade.

"Temos um competidor que está tentando ressurgir e está muito agressivo quanto aos preços. Mas mantemos a linha. Ficamos tranquilos. Já temos 1.400 aeronaves no livro de encomendas, então não temos pressa, e quando vendemos os A320neos, conseguimos uma margem muito boa", disse ele.

Bregier disse não estar preocupado com as fracas vendas de sua nova versão do avião A350, com corpo maior, da Airbus.

"Eu não ficaria surpreso em ter boas notícias (sobre o A350-1000) durante esta feira aérea", acrescentou.

(Por Tim Hepher)

Tudo o que sabemos sobre:
AEREASARIBUSBOEING*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.