Alagamentos deixam São Paulo em estado de atenção

Apesar de a chuva estar bem mais fraca neste momento, as cinco regiões da capital paulista continuam em estado de atenção, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura. Dos 19 pontos de alagamentos que foram registrados desde às 13h30 deste sábado, 8 deles ainda atrapalham o trânsito de veículos na cidade: Avenida do Estado, sentido Ipiranga, sob o Viaduto 25 de Março; marginal Tietê, pista local, sentido Cebolão, junto à Ponte Cruzeiro do Sul; Avenida Guarapiranga, em ambos os sentidos, próximo ao número 750, na zona Sul; Rua Estados Unidos, nos Jardins; marginal Tietê, pista expressa, sentido Cebolão, junto à Ponte da Vila Guilherme; marginal Pinheiros, sentido Cebolão, pista local, junto à Ponte João Dias; Rua Briigadeiro Tobias, no Centro e Rua Canadá, na altura do nº 240, nos Jardins. O Corpo de Bombeiros também foi acionado para o bairro do Taboão, em Diadema, no grande ABC, quase na divisa com a capital, onde pessoas ficaram ilhadas. Ninguém ficou ferido.Estradas - As pistas centrais da Rodovia Anchieta, na altura do km 13, em São Bernardo do Campo, tanto no sentido capital como no sentido litoral, estão interditadas para limpeza, pois muito barro ficou acumulado na via após o transbordamento do córrero Ribeirão dos Meninos. As pistas marginais estão liberadas para o tráfego, mas o congestionamento para quem segue rumo à capital chega a mais de 2 quilômetros. O motorista que segue pela Rodovia Presidente Dutra enfrenta 2 quilômetros de congestionamento na pista sentido São Paulo - Rio, na altura do km 218, em Guarulhos, por causa de um capotamento de veículo de passeio. O carro já foi retirado da pista. A rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto, que faz a interligação entre as rodovias Anhangüera e Bandeirantes, está interditada na altura do km 62, em Itu, interior de São Paulo, em razão de uma carreta que virou em "L". O congestionamento para quem sai da Anhangüera e tenta chegar à Bandeirantes é de cerca de 3 quilômetros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.