Clayton de Souza/Estadão
Clayton de Souza/Estadão

Alça norte do Viaduto Guararapes é implodida em Belo Horizonte

Queda de estrutura em julho provocou a morte de duas pessoas e deixou 23 feridos; obra deveria ter ficado pronta para a Copa

ANDRÉ MAGNABOSCO, O Estado de S. Paulo

14 de setembro de 2014 | 09h16

SÃO PAULO - Foi implodida na manhã deste domingo a alça norte do Viaduto Batalha dos Guararapes, na região da Pampulha, em Belo Horizonte. A estrutura estava interditada desde julho passado, quando outra alça do viaduto desabou sobre a Avenida Pedro I, matando duas pessoas e deixando 23 feridos. A implosão ocorreu às 9h e demorou poucos segundos.

A obra, iniciada em 2011, fazia parte dos projetos de mobilidade para a Copa do Mundo na capital mineira e deveria ter ficado pronta antes do Mundial. A previsão era de que o projeto (BRT Antônio Carlos/Pedro I) demandasse investimento total de R$ 713,5 milhões, custeados principalmente com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo federal. A parte na qual o viaduto caiu em julho passado fazia parte da meta 2 da obra, orçada em R$ 460 milhões.

A implosão chegou a ser embargada na semana passada pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego em Minas Gerais (SRTE/MG), em função do risco de acidente de trabalho, mas foi liberada na sequência. Alguns moradores da região tiveram de deixar suas casas por razões de segurança. A Cowan, empresa responsável pela operação, previa a utilização de 125 quilos de dinamite na operação de demolição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.