Alckmin aceita condições do PDT para conseguir apoio

O candidato à Presidência pelo PSDB, Geraldo Alckmin, enviou nesta quarta-feira uma resposta ao presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, concordando com todas as condições colocadas pelo partido para um possível apoio no segundo turno. No e-mail, divulgado no site do PDT, Alckmin se compromete a combater a corrupção, dar "ênfase total à educação", respeitar os direitos adquiridos do trabalhador, promover o desenvolvimento econômico e não privatizar a Petrobras, o Banco do Brasil, a Caixa Econômica e os Correios.O tucano disse que pretende "acabar com a promiscuidade entre o Estado e o partido no poder", e que não aceitará a obstrução do Congresso Nacional "com excesso de medidas provisórias". Ele enfatiza que ambos os partidos consideram a corrupção como um crime hediondo e "como tal deve ser tratado".Sobre a educação, principal tema da campanha do candidato derrotado do PDT, Cristovam Buarque, o tucano afirma que "tem importância vital para as pessoas, para a economia e para a democracia". "Nela está a chave para o desenvolvimento econômico. Estudaremos a conveniência de o Ministério da Educação concentrar-se na educação básica". Alckmin também menciona continuidade do Poupança-Escola, projeto de Cristovam, e afirma que "faremos com que o Bolsa-Família volte às suas origens, deturpadas no governo Lula. Ele não pode ser meramente assistencialista, mas sim um efetivo instrumento de inclusão social e ter como eixo a educação". Sobre os direitos trabalhistas, Alckmin prometeu não só preservar os já existentes, como estendê-los aos 40 milhões de participantes do mercado informal. Na próxima segunda-feira, o Diretório Nacional do PDT irá se reunir no Rio de Janeiro para decidir sobre quem irá apoiar no segundo turno. O partido havia publicado uma carta em seu site, na última sexta-feira, com uma lista de reivindicações para conceder o apoio, na qual também dizia que não iria procurar ninguém, mas aguardaria o pronunciamento dos dois candidatos. Até esta quarta-feira, o PDT não recebeu resposta do PT.

Agencia Estado,

11 de outubro de 2006 | 18h52

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõeseleições 2006

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.