Alckmin anuncia reforço policial para combater seqüestros

O governo paulista irá intensificar o trabalho contra a atuação de seqüestradores. Serão criadas novas delegacias anti-seqüestro em regiões estratégicas, no Interior, e ampliado contingente nas delegacias da capital. "Só este ano, foram presos 126 seqüestradores, sete foram mortos em confronto com a polícia e 19 cativeiros foram estourados, com a libertação das vítimas", disse o governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP).Alckmin não entrou em detalhes sobre o fim do seqüestro de Patrícia, filha do empresário Silvio Santos, que terminou na madrugada de hoje. Ontem, outras duas pessoas foram seqüestradas. "A polícia vai agir com absoluta firmeza e é questão de honra nós desvendarmos esses casos todos e prendermos os seqüestradores", afirmou.Segundo Alckmin, o aumento do número de seqüestros se deve à diversificação dos tipos de crime praticados. "O aumento da segurança e a ação estratégica da polícia fizeram diminuir a ação dessas quadrilhas especializadas em assaltos a banco e outros delitos, elas migraram para os seqüestros. Mas eu tenho plena convicção que como o incremento vai ser forte, esses números vão diminuir", disse Alckmin, referindo-se ao reforço policial para combater o aumento de casos de seqüestros no Estado.Alckmin preferiu não polemizar em relação às declarações de integrantes do governo do Rio de Janeiro sobre o aumento desse tipo de crime em São Paulo, ao contrário do que estaria ocorrendo no Rio. "Os números de São Paulo são confiáveis. São públicos, abertos à população, transparentes. Ninguém omite nenhum número, sejam bons ou ruins. Não tenho os dados do Rio, não sei de que modo são levantados. Não vou me envolver com o que eu não conheço", disse Alckmin.PoupatempoO governador participou hoje da instalação do Programa Acessa São Paulo na unidade do Poupatempo de Santo Amaro, na zona sul da cidade, o Ponto Público de Acesso à Internet (PopaI). A meta do governo é implantar em várias regiões do Estado locais com acesso gratuito à Internet, como forma de democratizar o acesso tecnologia da informática.O centro de acesso à Internet, na unidade do Poupatempo Santo Amaro, terá 15 computadores. O governo pretende levar à outras unidades do Poupatempo o mesmo projeto. Após a inauguração do PopaI, Alckmin e um grupo de assessores e secretários estaduais almoçaram no restaurante Bom Prato, unidade de Santo Amaro. O restaurante, que oferece refeições balanceadas a preços populares - R$ 1,00 - é outro programa do governo paulista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.