Alckmin cai 7,3 pontos, mas ainda lidera em SP

Pesquisa divulgada na manhã desta quarta-feira pela Fecomercio-SP mostra o candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, oito pontos porcentuais à frente do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na preferência dos eleitores paulistanos, mas com tendência de queda. O tucano, com 39,6% das intenções de voto, registra queda de 7,3 pontos porcentuais em relação ao levantamento anterior, enquanto Lula, com 31,6%, apresenta alta de 4,5 pp.A candidata Heloísa Helena (PSOL) também demonstrou melhora no desempenho, com 12,5% das intenções de voto, ante 8,5% na pesquisa anterior. Brancos e nulos somaram 5,2%. 8,9% dos eleitores não souberam ou não responderam. A sondagem foi feita no último dia 4 de agosto, com 960 eleitores da capital paulista. A margem de erro é de três pontos porcentuais, para mais ou para menos.A pesquisa também avaliou também o grau de rejeição dos candidatos. A rejeição contra Lula caiu de 46,3% em julho para 42,8% em agosto. Alckmin aparece com 14%, José Maria Eymael tem 7,4%, e Heloísa Helena, 6,1%. O governo Lula foi reprovado por 50,3% dos eleitores, enquanto a aprovação do governo Alckmin chegou a 70,5% neste mês.Independentemente do presidente eleito, a situação econômica do País permanecerá estável para a maior parte dos eleitores (56,1%). Para 30,6%, ela melhorará, enquanto que para 7,7% haverá piora. A pesquisa foi registrada no Tribunal SuperiorEleitoral com o número PET 2047.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.