Alckmin critica posição do MP contra Rodoanel

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), criticou ontem, em Sarapuí, na região de Sorocaba, a decisão do Ministério Público Federal (MPF), de recorrer à Justiça contra a abertura do primeiro trecho do Rodoanel Metropolitano, marcada para amanhã. A procuradora-geral da República, Maria Luíza Grabner, considera que o licenciamento ambiental da obra está irregular. Ao invés de licenciar todo o trecho, o governo está fazendo o licenciamento por partes, de forma segmentada. "Seria contra o interesse público deixar essa obra fechada, pois é de grande importância para São Paulo", disse Alckmin. Segundo ele, ?é uma rotina entregar as obras de grande porte parcialmente, à medida em que ficam prontas." O governador lembrou que isso ocorreu com a Rodovia dos Bandeirantes e ocorre com a Rodovia Faria Lima.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.