Alckmin defende faxina permanente

Para o governador Geraldo Alckmin, a "faxina" promovida pela presidente Dilma Rousseff no governo não deve parar. "A faxina é interminável, é um trabalho permanente, que tem de ser feito em todos os níveis de governo", afirmou. "E não ter nenhuma tolerância com malfeito, com desperdício, com desvio de dinheiro."

, O Estado de S.Paulo

26 Agosto 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.