Alckmin divulga balanço de segurança no Estado de SP

Dados da Secretaria de Segurança Pública divulgados nesta segunda-feira pelo governador paulista, Geraldo Alckmin, mostraram uma queda de 18,5% no número de homicídios dolosos (com intenção) no Estado de São Paulo, entre os anos de 2004 e 2005.Os latrocínios registraram queda, com uma redução de 20,3%. As demais quedas destacadas pelo governador foram estupro (2%), roubo (2,1%), roubo de veículos (0,7%) e furto (1,5%).Por outro lado, Estado enfrentou um aumento do número de seqüestros com 21 casos a mais em 2005. Também cresceram os roubos de carga (1%) e furtos a veículos (1,3%).Embora tenha ressaltado também a queda de roubos, Alckmin reconheceu que temas como seqüestros exigirão uma ação mais forte. O governador insistiu, contudo, na necessidade de se verificar a redução histórica que vem ocorrendo nos índices de criminalidade em São Paulo desde 1995.O governador afirmou que uma das grandes preocupações da população é a questão da segurança e cobrou do governo federal ações mais fortes nessa área. "Eu entendo que você tem atribuições que são de natureza federal", disse o governador, citando como exemplo esforços do Estado absorvidos com o tráfico de drogas ou ainda o fato de não estar disponível um banco de dados nacional sobre a criminalidade. "O crime não tem barreira ou fronteira. É preciso ter uma ação mais federal."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.