Alckmin diz que falta pouco para segundo turno

O candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, considerou, nesta sexta-feira, em Recife, que não houve nenhuma alteração na pesquisa de intenção de voto CNI/Ibope, divulgada na manhã desta sexta-feira, em Brasília. "Está tudo absolutamente igual. O quadro é de total estabilidade e está tudo na margem de erro", afirmou, ressalvando que a campanha eleitoral propriamente dita só tem início no dia 15, quando começa o horário eleitoral gratuito em rádio e TV.Na avaliação do presidenciável do PSDB, "falta pouco", para que seja configurada uma disputa em dois turnos. "Se somarmos o porcentual de votos de todos os candidatos (com exceção de Lula), vamos ver que a diferença para que haja segundo turno é muito pequena. São apenas 6 pontos, ou seja, para virar, faltam apenas 3", disse. "É muito pouco para uma campanha que está começando", completou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.