Alckmin diz que não vai à festa do PSDB

O candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, concedeu uma rápida entrevista coletiva nesta tarde de domingo, após descer de seu apartamento e fazer uma visita de agradecimento a uma família que mora em frente a seu prédio, que colocou uma faixa com os dizeres: "Alckmin, com você o Brasil será justo e perfeito".O tucano explicou que há mais de dois meses ele queria fazer uma visita à família para agradecer o apoio. Alckmin disse que não conhecia a família, mas que já havia pedido para sua esposa, Lu Alckmin, e sua filha Sofia entrarem em contato com os vizinhos para que ele pudesse fazer o agradecimento ao apoio recebido.Alckmin afirmou que não irá à "Festa do Muito Obrigado" organizada pelo PSDB, que será realizada no Estação São Paulo. Ele afirmou que irá acompanhar a apuração em sua residência.O tucano ficou aproximadamente dez minutos na residência de seus vizinhos, e ao sair conversou com os jornalistas. Os donos da casa, José e Eliane Paranhos, disseram não ter ficado surpresos com a visita do ex-governador, dizendo que Alckmin sempre cumprimentou os vizinhos nas ruas, desde o tempo em que era vice-governador no tempo de Mário Covas (PSDB), há seis anos.Paranhos explicou que chegou a oferecer aos assessores de Alckmin os muros de sua casa para propaganda eleitoral, mas que o candidato teria recusado, alegando que não havia necessidade. Segundo Paranhos, o que mais o incomoda no atual governo é o grau de corrupção, "que chegou a um ponto insustentável". Ele disse acreditar que, com Geraldo Alckmin na Presidência República, "seria dado fim a essa quadrilha que tem tomado conta do Brasil".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.