AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Alckmin elogia atuação de Lembo durante ataques do PCC

O pré-candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, telefonou na manhã desta sexta-feira, 19, do Pará, onde faz sua pré-campanha, para o governador do Estado, o pefelista Cláudio Lembo, no Palácio dos Bandeirantes. A conversa foi longa e teve o intuito de aparar as arestas entre tucanos e pefelistas, principalmente depois das críticas que o governador fez a caciques do PSDB, em meio à crise de segurança deflagrada em São Paulo.Uma das reclamações de Lembo foi justamente sobre o fato de Alckmin ter lhe telefonado apenas duas vezes durante o período crítico da violência em São Paulo. Na ocasião, o pefelista ironizou o seu antecessor, dizendo que os pulsos telefônicos são caros. Nesta sexta-feira, o pré-candidato tucano, mesmo estando a quilômetros de distância, conversou com Lembo por cerca de 40 minutos. "Foi uma ligação longa, amistosa, de telefone fixo para fixo", brincou o governador paulista. Alckmin fez questão de elogiar a forma como o governador do PFL atuou em todo este episódio.Além dos elogios a Lembo, o tucano também perguntou como estava a situação no Estado. Os dois conversaram sobre a crise da área da segurança, sobre a necessidade de reaparelhamento da Polícia Militar e sobre os investimentos no setor. De acordo com dados do governo paulista, entre 1998 e 2004, o orçamento da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo cresceu 150%, passando de R$ 2,2 bilhões para R$ 5,5 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.