Alckmin enfrenta saia-justa por buscar apoio de Garotinho

O candidato do PSDB a Presidência da República, Geraldo Alckmin, passou por momento de constrangimento por causa do namoro político da coligação que o apóia com o ex-governador do Rio, Anthony Garotinho, que tem como um dos articuladores dessa aproximação o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.Em visita ao centro de convivência Marcelino D´almeida, Alckmin, ao responder a uma pergunta sobre as articulações em relação a Garotinho, disse: "Queremos o apoio de todos os peemedebistas". Minutos depois, ouviu uma irritada reação da candidata do PPS ao governo do Estado, deputada Denise Frossard (PPS), que o apóia. "Duvido que alguém se associe a um PMDB local, que é autor, sim, desta irresponsabilidade administrativa que vem causando mortes", disse. Ela criticou seu adversário pelo PMDB, o senador Sérgio Cabral Filho (PMDB), que tem o apoio de Garotinho e sua mulher, a governadora Rosinha Garotinho, do mesmo partido.Alckmin ouviu a declaração, hostil ao grupo político que corteja no Estado, calado, com um sorriso protocolar ao lado da candidata. Depois do centro de convivência, Alckmin visitou a comunidade Jardim Moriçaba, em Campo Grande, zona oeste, onde conheceu o projeto Favela Bairro, de urbanização de comunidades carentes, mantido pela prefeitura. AusenteO candidato percorreu algumas ruas sob sol forte com apoio de cabos eleitorais de candidatos a vereador e ao som de jingles eleitorais, em ritmo de funk. Ele minimizou a ausência do prefeito Cesar Maia, que o apóia, mas já expressou desagrado em relação a um eventual apoio de Garotinho a Alckmin, que o prefeito, pela rejeição que, segundo ele, o governador tem no Estado, seria o "beijo da morte". Segundo Alckmin, o prefeito não compareceu porque tinha compromissos administrativos que o impediram de participar do evento. À tarde, Alckmin irá a Duque de Caxias com o candidato do PSDB ao governo estadual do Rio, deputado Eduardo Paes (PSDB-RJ), que também apóia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.