Alckmin espera solução rápida para morte de fotógrafo

O governador Geraldo Alckmin disse que o assassinato do repórter fotográfico Luís Antônio da Costa está sendo investigado, com objetivo de uma solução rápida, e que é preciso paz no campo e nas cidades. Alckmin afirmou que o governo estadual está com grande empenho no setor de segurança e que o Estado já possui um efetivo de 130 mil policiais, sendo que 10 mil foram contratados nos últimos 12 meses.Para ler sobre a morte do fotógrafo Luís Antônio da Costa: »Fotógrafo é baleado e morto em terreno invadido no ABC »Líderes sem-teto lamentam morte de fotógrafo »Revista Época divulga nota sobre morte de fotógrafo »Delegado evita lançar teorias sobre morte de fotógrafo »Últimas fotos de fotógrafo baleado não mostram o assassino »Alckmin e Thomaz Bastos lamentam morte e condenam invasões »Lula manda ministro acompanhar apuração da morte de fotógrafo »Polícia prende dois suspeitos da morte de fotógrafo »Dupla não é ´suspeita concreta´ de matar fotógrafo, diz delegado »Sem-teto e vereadores tentam diálogo com prefeito de S.Bernardo »Amigos e parentes do fotógrafo esperam prisão do assassino

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.