Alckmin manda demitir diretor da Febem

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), determinou, nesta quinta-feira a demissão do funcionário da Febem Flávio Aparecido dos Santos, que era diretor da unidade 27 do Complexo Raposo Tavares no final do ano de 2000, ocasião em que houve o registro de casos de espancamento de menores. "Na época, oito funcionários foram demitidos. Porém um parecer jurídico considerou que o diretor foi apenas omisso e ele foi readmitido. Ora, omissão é delito também e eu determinei que as providências para a demissão dele fossem tomadas", assegurou o governador. Para Alckmin, é inadmissível que ele tenha sido readmitido. Depois da determinação, feita ao secretário da Educação, Gabriel Chalita, que é responsável pela Febem, a diretoria da fundação já está estudando a melhor forma jurídica de garantir a demissão do funcionário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.