Alckmin nega comunicado sobre volta de Beira-Mar

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, afirmou que não recebeu nenhum pedido do governo federal para que Beira-Mar retornasse ao sistema penitenciário paulista, chegando a minimizar uma possível volta do traficante para São Paulo."Ele (Beira-Mar) está numa dependência da Polícia Federal em Alagoas e existem dependências da Polícia Federal em São Paulo, Rio de Janeiro, em quase todos os Estados, mas até agora não recebi nenhum comunicado", completou.Alckmin apenas criticou a série de transferências do traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar. Segundo o governador, isso fez com ele fosse "glamourizado", e que se "o problema da segurança pública fosse só de preso ficaria muito mais fácil resolvê-lo."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.