Alckmin perde sua estréia na TV e assiste só aos adversários

O candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, planejou assistir sua estréia do horário eleitoral gratuito, nesta terça-feira, 15, no Restaurante Presidente, mas acabou perdendo o próprio programa. O tucano chegou ao restaurante, que costumava visitar com freqüência quando chegou a São Paulo, em 1994, exatamente no momento em que seu programa estava sendo encerrado. "Peguei o adversário", reagiu, quando entrou no local e olhou para televisão, que exibia as primeiras cenas do programa do candidato do PCO, Rui Pimenta.Apesar da trapalhada, Alckmin manteve o bom humor. Ele ressaltou que a campanha eleitoral começa pra valer hoje e que vai aproveitar o tempo na TV para apresentar suas propostas ao País.DebateSobre o primeiro debate entre os candidatos ao Planalto, na segunda-feira à noite, na TV Bandeirantes, o ex-governador paulista afirmou que o presidente e candidato à reeleição Luiz Inácio Lula da Silva "perdeu por WO". "Acho que foi ruim para ele não ter ido. Acho que foi falta de respeito com o eleitor", afirmou.Quanto à ausência de lideranças políticas de peso no debate, Alckmin disse estar prestigiado com as presenças dos presidentes do PSDB, PFL e PPS, respectivamente, Tasso Jereissati, Jorge Bornhausen e Roberto Freire. Políticos, como o candidato do PSDB ao governo paulista, José Serra, e o ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, não engrossaram a platéia. "O Serra tem que fazer campanha. Da mesma maneira que, se tiver debate no Estado, eu também não vou poder ir", disse.Sobre a ausência de FHC, afirmou: "O Fernando Henrique não é o presidente do partido. Deve ter ficado em casa assistindo ao debate."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.