Alckmin prepara desapropriações para linha do Metrô

O governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) anunciou que já está assinado o decreto de utilidade pública de toda a área em que será construída a linha 4 do Metrô, que liga a estação Luz a Vila Sônia. Na prática, o documento autoriza a desapropriação das terras para a construção da nova linha. De acordo com o governador, a notificação dos moradores deverá ser feita no início das obras, ainda sem data prevista. O valor da nova linha ainda não foi definido, mas o governo do Estado vai recorrer ao Banco Mundial (Bird) e ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O projeto, em negociação há cinco anos, terá custo total de cerca de US$ 904 milhões. Alckmin irá a Washington, nos Estados Unidos, no dia 13, para negociar o empréstimo no Bird e BID. Apesar dos atentados ocorridos em setembro nos Estados Unidos, o governador afirmou que manterá sua agenda, a menos que ocorra algum problema. Depois que as negociações forem encerradas e o empréstimo, aprovado, o governo deverá lançar o edital de concorrência, e somente depois é que as desapropriações deverão ter início.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.