Alckmin promete prisão de assassino e visita Dom Mauro

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) assegurou hoje que serão cumpridas as determinações de reintegração de posse do terreno da Volkswagen em São Bernardo do Campo, no ABC, e de prédios no centro de São Paulo invadidos por sem-teto. ?O caminho é do diálogo. Orientamos todos os órgãos a trabalhar pacificamente. A lei será cumprida e vamos esgotar todas a possibilidades para que as pessoas saiam pacificamente?, disse, durante visita ao bispo de Duque de Caxias, dom Mauro Morelli, que está internado no Hospital das Clínicas. ?É muito clara a posição do governo de que o terreno (da Volkswagen) vai ser reintegrado?, afirmou. Alckmin voltou a comentar o assassinato do repórter fotográfico Luís Antônio da Costa, ocorrido ontem no terreno em São Bernardo. ?Lamentamos muito essa tragédia. A polícia está no encalço dos criminosos e o crime será esclarecido.?A visita a dom Mauro Morelli no HC foi ao meio-dia. ?Estivemos com sua irmã e fizemos uma visita à UTI?, contou. ?Ele continua sedado, mas as informações médicas são boas. É um quadro grave que está evoluindo bem. Esperamos que ele esteja rapidamente de volta ao convívio de todos.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.