Alckmin promete tirar todos presos dos DPs em oito meses

O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, assumiu o compromisso que em oito meses não haverá presos em distritos policiais. Todos serão transferidos para presídios ou Centros de Detenção Provisória (CDPs). O governador estima que dos130 mil presos no Estado, 25 mil presos estejam em delegacias, número que chegava a 34 mil presos há dois anos. A mesma promessa foi feita pelo governador Mário Covas, morto em 2001, mas não foi cumprida.?Para o governador, a situação no Estado é confortável em relação a outros Estados, onde 80% dos presos estão em delegacias, sempre mais vulneráveis a fugas como a da loira do PCC. O governador se mostrou irritado com esta fuga e disse que, com a transferência dos presos das delegaciais para os presídios e CDPs, o sistema carcerário ficará mais seguro. Alckmin participou da abertura da 37.ª Francal, a maior feira do setor calçadista, no Anhembi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.