Alckmin quer que se cumpra decisão sobre Beira-Mar

O governador Geraldo Alckmin (PSDB), disse, na manhã de hoje, que "determinação judicial é para ser cumprida", ao ser questionado sobre a transferência do traficante Fernandinho Beira-Mar. "Há um ano, cumprimos o pedido do ministro Márcio Thomaz Bastos, e acolhemos Beira-Mar. Não tivemos nenhum problema durante esse período", disse o governador. Alckmin afirmou, ainda, que "não tem cabimento transferir o traficante para um presídio comum do Estado". "Atendemos o pedido porque ele ficou detido num presídio de segurança máxima".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.