Alckmin se prepara para explicar a volta de Beira-Mar

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o secretário da Administração Penitenciária, Nagashi Furukawa estãoreunidos discutindo como será feita a coletiva para informar detalhes da volta de Ferandinho Beira-Mar para o Estado.O retorno do traficante para o presidio de segurança máxima de Presidente Bernarde, interior paulista, acabou provocando mais uma vez um constrangimento para o governo paulista. Ainda ontem, Alckmin negou enfaticamente que o criminoso retornaria a Presidente Bernardes, onde ficou detido por 30 dias, durante o mês de março. No entanto, Beira-Mar chegou à São Paulo, por volta da 1 hora da madrugada de hoje. Na primeira transferencia, no final de fevereiro, Alckmin disse também que não haveria possibilidade de o traficante vir para São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.