Alckmin terá 39% do tempo na TV em SP

O candidato do PSDB ao governo de São Paulo, Geraldo Alckmin, terá 6 minutos e 56 segundos em cada bloco de propaganda no horário eleitoral gratuito que será exibido a partir de 17 de agosto.

Daniel Bramatti, O Estado de S.Paulo

22 de julho de 2010 | 00h00

Aloizio Mercadante, do PT, terá direito a 4 minutos e 16 segundos, segundo a divisão oficial divulgada ontem pelo Tribunal Regional Eleitoral. O terceiro maior tempo será o de Celso Russomano, do PP: 1 minuto e 44 segundos. Paulo Skaf , do PSB, ficará com 1 minuto e 20 segundos.

Cinco representantes de partidos nanicos terão de 40 a 59 segundos. No total, os candidatos ao governo ocuparão rede nacional de rádio e televisão três vezes por semana, em dois blocos de 18 minutos a cada dia. No dia 17, o PSOL será o primeiro a exibir sua propaganda.

Alckmin ocupará 39% do horário destinado aos candidatos ao governo. Mercadante, seu principal adversário, ficará com 24% do tempo.

Os mesmos porcentuais serão aplicados na divisão das chamadas inserções - vídeos e áudios de 15, 30 ou 60 segundos distribuídos ao longo da programação das emissoras de TV e rádio.

A distribuição do tempo é feita com base em dois critérios: 1/3 é dividido igualmente entre os os candidatos e 2/3 com base no número de deputados federais de cada partido ou coligação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.