Alckmin visita obras da Rodovia dos Imigrantes

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), vai vistoriar hoje as obras da segunda pista da Rodovia dos Imigrantes. Ele vai atravessar o maior túnel brasileiro - com 3.146 metros de extensão - depois de quebrar a fina parede que separa as duas frentes de trabalho. Os viadutos e túneis representam a parte mais complexa da construção. A Ecovias, empresa que administra o Sistema Anchieta-Imigrantes, promete inaugurar a segunda pista em dezembro de 2002. Para conseguir cumprir o prazo, os operários revezam-se em turnos de 24 horas.As principais dificuldades de engenharia estão nos quase 21 quilômetros do trajeto entre o planalto e a Baixada Santista e no desnível de 730 metros da Serra do Mar. Além de três túneis com um total de 8.231 metros de comprimento, a construção terá nove viadutos com 4.270 metros de extensão. A construção custará cerca de R$ 700 milhões. A segunda pista foi orçada inicialmente em R$ 540 milhões. O aumento de quase 30% é resultado da correção monetária durante o período de execução da obra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.