Alckmin volta às origens e Lula diz que não fez tudo

Os candidatos à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Geraldo Alckmin (PSDB), aproveitaram as considerações finais do debate da Rede Record para agradecer os eleitores e aqueles que contribuíram para suas campanhas.Alckmin retomou ainda sua infância ´humilde´ de quem sempre viveu na zona rural. "Eu sou homem de fé, temente a Deus. Sou filho de funcionário público. Vivi em dificuldade. Trabalhei para pagar meus estudos. Foi importante para mim receber meu ´salariozinho´. Fez bem para minha auto-estima", contou. Segundo ele, o Brasil precisa de três coisas: emprego, renda e trabalho para reduzir a pobreza e desigualdades. "Meu sonho é que o governo federal dê exemplos e tenha apreço pela verdade. Tenho confiança que no próximo domingo, com seu voto, o Brasil pode dar um passo maior", afirmou.Lula retomou as conquistas de seus quatro anos no governo dizendo que "é possível compatibilizar crescimento e distribuição de renda", e fez um tour pelo País. "O Rio Grande Sul vem sofrendo retrocesso, é um Estado preparado que precisamos alavancar. Cuidar da periferia de São Paulo e Rio de Janeiro. Só vamos fazer se tivermos senso de cuidar de 190 milhões de brasileiros", completou.O petista citou ainda o governo anterior dizendo que "o País foi governado, por muito tempo, para apenas 35 milhões de brasileiros" e afirmou que não fez tudo o que tinha para fazer.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.