Aleluia pede observação internacional após frase de Lula

O líder da minoria na Câmara, deputado José Carlos Aleluia (PFL-BA), defendeu nesta quarta-feira, 06, a presença de observadores internacionais para acompanhar as eleições de outubro e evitar fraude. Ele disse que a declaração do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de que "democracia não é só coisa limpa", feita durante campanha em Caruaru (PE), já é suficiente para tratar a questão internacionalmente."Estamos caminhando para uma eleição fraudada", afirmou Aleluia. "Essa frase já é um argumento para se levar a tribunais internacionais", sustentou o líder.Ele encaminhou à Executiva do PFL o pedido para que o partido solicite aos organismos internacionais a presença de observadores para acompanhar as eleições. Para justificar o pedido, Aleluia afirmou que o presidente Lula está usando a máquina do governo na campanha pela reeleição, desrespeitando a Justiça.Segundo o pefelista, um dos exemplos é o programa Bolsa-Família. "A eleição não está limpa. Lula está-se sustentando na fraude, na mentira e na compra de voto com pagamento adiantado à faixa mais pobre da população", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.